As brincadeiras na infância: Saiba porque brincar é tão importante.

2018-08-24T18:38:45+00:0024 de agosto - 2018|Aprender Brincando, Desenvolvimento Infantil|

Você se lembra das suas brincadeiras na infância?

Provavelmente você já foi astronauta, herói, dentista, fez comidinhas maravilhosas, viajou o mundo, enfrentou perigos e deu muita, mas muita, risada!

Hoje, essas brincadeiras são incríveis memórias carregadas de lembranças da sua família, dos amigos, dos locais onde brincava, e despertam sentimentos maravilhosos.

Mais do que boas lembranças, a brincadeira  é um ato extremamente valioso para o desenvolvimento infantil.

Ao brincar, a criança está descobrindo a si mesma e ao mundo ao seu redor. Crianças são “pequenos cientistas”, que aprendem experienciando e explorando o corpo, texturas, sons, lugares, cheiros, cores, pessoas. Ao experimentar, elas analisam, elaboram intuitivamente estatísticas, fazem outras experimentações, avaliam, testam hipóteses e assim vão descobrindo o mundo. Cada uma do seu jeito.

Elas aprendem brincando, dançando, cantando e atuando. No ato de brincar, elas estão criando, fantasiando, e a cada interação com objetos, adultos e outras crianças, um novo universo, cheio de aprendizado e possibilidades, se abre para cada uma delas.

 

 

Muitas brincadeiras estimulam a imaginação, e desse imaginar nasce a capacidade de criar o novo. É através do lúdico que as habilidades que possibilitam o aprendizado são desenvolvidas; os pequenos entram em contato com experiências agradáveis e desagradáveis, resolvem conflitos, compreendem regras sociais, constroem seus valores, além de ser um excelente meio de desenvolvimento e refinamento da comunicação, de construção e fortalecimento de vínculos afetivos.

Através da brincadeira, a criança pode expressar o que muitas vezes ela tem dificuldade de verbalizar, sobre sentimentos, conhecimentos e dificuldades. Ao observar uma criança brincando, é possível entender muito do seu comportamento.

 

Mas Fofuuu você está dizendo que eu preciso comprar mais brinquedos para as crianças?

Não é bem assim. O ato de brincar não deve estar relacionado à aquisição de novos brinquedos.

Começamos a brincar ainda bebês, quando estamos descobrindo e explorando o próprio corpo. Quando começamos a desenvolver novos estímulos, essa brincadeira vai evoluindo para a repetição de comportamentos simples, jogos de construção, “faz de conta”, até que começamos a responder a jogos mais formais, estruturados e com regras.

Objetos simples, que fazem parte do dia-a-dia da família, quando usados de forma lúdica, podem proporcionar para as crianças a possibilidade de seu desenvolvimento e estimulação da criatividade. Além disso, o contato com a natureza, ou  atividades como pintar, desenhar, inventar histórias, correr, saltar, além de entreter as crianças, estimulam a mente e o corpo.

Conheça aqui 68 brincadeiras que podem ser feitas com objetos que você já tem em casa

Conforme a criança cresce, as brincadeiras mudam, e essas mudanças refletem o desenvolvimento social, emocional e cognitivo.

Precisamos dar às nossas crianças tempo livre de brincar e se descobrir. Por que é no brincar que elas são elas mesmas.

 

Referencias:

https://www.primeirainfanciaempauta.org.br/a-crianca-e-a-aprendizagem-a-importancia-do-brincar.html

Lyra, Glaciene Januário Hottis. A importância de se trabalhar com a ludicidade na educação infantil

Birchal, Paula de Souza . Exploração lúdica e afetividade em crianças de creche.

Sobre o Autor:

Ligia Cardoso
CEO da Fofuuu

Deixar Um Comentário