Por que alguns bebês têm dificuldade em sugar?

2018-03-07T21:00:12+00:0021 de novembro - 2017|Desenvolvimento Infantil|

A sucção é um reflexo desenvolvido durante a gestação, após a 35ª semana, que está presente ao nascimento e por volta dos quatro meses começa a tornar-se voluntário. e que garante a alimentação do bebê após o nascimento, por meio do aleitamento materno, além do fortalecimento do vínculo entre mãe e filho, dando a ele conforto e segurança.

Quando o bebê está próximo ao peito da mãe, o toque do bico do seio materno em sua boca ativará outro reflexo, o de busca, direcionando a cabeça do bebê para uma melhor pega. O contato do bico do seio na língua do bebê ativará o reflexo de sucção, desencadeando um processo de movimentos rítmicos da língua, músculos da face, palato (céu da boca) e faringe (garganta), resultando na sucção. A sucção é essencial pois é um preparo para a criança se alimentar e sobreviver.

Para que a sucção seja efetiva, é preciso que as estruturas da boca e garganta, bem como a comunicação delas com o cérebro estejam adequadas, As dificuldades de sugar podem ocorrer devido a ausência do reflexo de sucção; diminuição da força de sucção; incoordenação entre as ações de sugar, deglutir e respirar; posicionamento inadequado da mãe e/ou bebê; ausência de selamento (fechamento) dos lábios ao redor do bico do seio materno; fissura palatina; e inadequada movimentação de língua e mandíbula durante a amamentação.

Alterações deste reflexo, podem causar dificuldade no ganho de peso da criança, pois ela passa a ter que sugar mais vezes para que extraia a quantidade de leite que lhe sacie, aumentando o tempo de duração da mamada e também seu gasto energético. O fonoaudiólogo poderá ajudar a identificar as causas e também fazer as correções necessárias.

 

Referência: FONOAUDIOLOGIA, Sociedade Brasileira de. Respostas para perguntas frequentes na área de motricidade orofacial. São Paulo, 22 out 2012. Disponível em: http://www.sbfa.org.br/portal2017/themes/2017/faqs/faq_motricidade_orofacial.pdf. Acesso em: 05 out. 2017.

Sobre o Autor:

Fonoaudióloga da Equipe FofuuuMestre em Ciências da Reabilitação (USP) Especialista em Motricidade Orofacial

Deixar Um Comentário