As atividades recreativas podem ser particularmente importantes para crianças autistas, pois elas podem fornecer a base para o aumento da autoconfiança de seu filho, além de permitir que os pequenos aprendam habilidades específicas para um determinado esporte ou atividade.

Independentemente de a criança autista estar num espectro mais severo ou leve, muitas “atividades comuns” da infância podem ser desafiadoras de executar. Geralmente, o resultado desses desafios, infelizmente, é que diversas famílias com crianças autistas evitam tentar novas atividades com eles.

Mas o fato de que as crianças com esse espectro não costumarem pedir ativamente por companhia ou explorarem novas possibilidades por conta própria, não é um motivo para desistir, na realidade, é uma oportunidade para descobrir melhores maneiras de alcançar e aprender junto com elas!

O mais importante é que a participação das crianças autistas nessas atividades também ajuda a melhorar as habilidades mais gerais que podem ser usadas em ambientes como a escola e, futuramente, o trabalho. Portanto, a evolução pode ser vista não só nas habilidades específicas, mas também em outras áreas da vida.

 

Os Benefícios Superam os Esforços!

  • As atividades recreativas são importante na promoção da inclusão e qualidade de vida.
  • Aumenta a autoestima e a confiança.
  • Oferece às crianças a oportunidade de fazer suas próprias escolhas.
  • Proporciona satisfação, diversão e prazer.
  • Permite que os pequenos com autismo se envolvam e se sintam parte da comunidade.
  • Oferece a oportunidade de ganhar e desenvolver novos contatos e amigos.
  • Atividades esportivas e exercícios podem melhorar a saúde física e mental.
  • Reduz a dependência dos pais e outros adultos, o que leva a maiores oportunidades.

__________________________________________________________________________________

Conteúdos Relevantes

__________________________________________________________________________________

Como Descobrir Quais São as Melhores Atividades Para as Crianças Autistas?

Há diversas maneiras de crianças autistas e sua família se divertirem juntas. Em alguns casos, é necessário fazer alguns ajustes, mas na maioria deles, o autismo não é problema, pode até ser uma vantagem. A chave para o sucesso é escolher uma atividade e um local que sejam interessantes para a criança.

  • Para escolher uma atividade apropriada, comece observando a criança e faça as seguintes perguntas para você mesmo: O que ela gosta? Como ela conversa com você sobre as coisas que ela gosta?
  • Ao invés de sair propondo suas ideias, tente deixar a criança liderar. Muitos de nós fomos ensinados que há uma maneira “certa” e “errada” de fazer as coisas, mas os primeiros e mais importantes passos são o engajamento e a comunicação, não instruções.
  • Pense em maneiras de expandir o interesse da criança. Como você pode ter um papel ativo nos passatempos favoritos dela? Como você pode expandir esses interesses dela e ajudar a explorar o mundo?
  • Vá com calma! A criança autista pode adorar jogos de futebol e isso é um excelente interesse para dividir, mas não significa necessariamente que ela vá adorar ir no estádio ver um jogo. Comece devagar, talvez assistindo um jogo escolar. Se tiver algum problema, como calor, insetos ou tédio, pense em maneiras de contorna-los e ajudar a criança a lidar com eles.
  • Se divirta! Lembre-se que o principal ponto de fazerem atividades juntos é se divertir e criar laços. Se a experiência for ruim para um ou ambos os lados, é hora de voltar um pouco e encontrar outra maneira de passar um tempo juntos.

 

O Que Fazer Quando a Atividade Não Dá Certo?

Não importa o quanto você queira que uma atividade funcione, sempre há a chance de que não dê muito certo. Você pode se deparar com situações difíceis ou desconfortáveis ​​que não pode mudar.

É importante planejar com antecedência e estar preparado com um plano B. Por exemplo: você pode não obter o apoio de que precisa para integrar totalmente seu filho na equipe de natação, mas o plano alternativo pode ser fazer com que seu filho e um irmão organizem corridas que permitam que as duas crianças se sintam bem-sucedidas.

Receber apoio de outros pais de crianças com autismo que tenham experiências semelhantes também pode ser extremamente útil. Vocês podem oferecer sugestões uns aos outros sobre o que funcionou para vocês e, em pouco tempo, vocês podem estar rindo de uma experiência que deu errado e que apenas um dia antes estava chateando você.

 

Exemplos de Atividades Para Crianças Autistas

Aqui estão algumas ideias de atividades populares praticadas entre crianças autistas e suas famílias. Claro que vocês podem ter interesses completamente diferentes desses, mas essas ideias ajudam a ativar sua criatividade!

Vale lembrar que a habilidade de falar ou de se concentrar não são necessárias para a maioria dessas atividades, afinal muitos autistas não verbais são excelentes jogadores, artistas, nadadores, corredores e muito, muito mais!

  • Vídeo Game – A criança autista pode se divertir jogando vídeo game sozinha, mas isso não significa que você não pode participar. Ao invés de assumir que você não é bem-vindo nessa atividade (ou que vídeo games são difíceis demais para você), reserve um tempo para aprender como funciona, faça perguntas e se envolva. Se por acaso ela tiver dificuldades com jogos mais complexos, não há nada de errado nos jogos mais simples, como os do app Fofuuu Edu.
  • Bloco de montar – Se a criança é fã desses blocos, suas opções são infinitas. Procure na internet diagramas e plantas de construção, criem suas próprias cidades perfeitas e se possível, vá a convenções e clubes. As possibilidades são incríveis.
  • Fantasia e Sci-fi – Um grande número de pessoas desse espectro adoram fantasia e sci-fi. Dependendo do nível de interesse e habilidades, essas crianças podem escrever ou desenhar as próprias histórias, ler quadrinhos ou até mesmo fazer as próprias fantasias dos personagens. Há um mundo de possibilidades para explorar, então vista sua capa e se envolva nesse universo!
  • Nadar – Seja no oceano, lago, piscina ou até numa banheira, atividades na água são sempre divertidas para todos. Enquanto algumas pessoas nadam para treinar, se juntar a times ou se tornarem profissionais, a grande maioria vai para… se divertirem juntos.
  • Caminhada – A maioria dos autistas tem muita energia física para gastar. Se for o caso da criança, considere fazerem caminhadas juntos, até mesmo só uma caminhada até o final da rua vale, de qualquer forma, é uma excelente oportunidade para se exercitarem e passarem um tempo juntos. Dependendo de onde morar, leve um par de binóculos para observarem pássaros ou estrelas.
  • Criar coisas – Muitos autistas são ótimos em desmontar e criar coisas, sejam despertadores ou pequenos motores. Há uma grande comunidade de “construtores” crescendo, onde eles criam e compartilham protótipos que conseguem fazer de tudo. A criança pode ser apenas uma iniciante, mas incentivar suas habilidades naturais é uma excelente maneira de começar.
  • Quebra-cabeças – Grande parte das crianças autista, mesmo as não verbais, tem um enorme talento para resolver quebra-cabeças. Esse é um hobby popular e que você pode participar sozinha com ela em casa ou com um grupo de amigos.
  • Animais – Nem toda criança desse espectro adora animais, mas aquelas que se interessam, gostam bastante! Dá para compartilhar esse interesse fazendo diversas atividades, como passeios a cavalo, se voluntariar em ONGs de animais, adotar um gato ou cachorro ou até mesmo, dependendo de onde morar, visitar a fazenda local.

 

Gostou das dicas?

Compartilhe as suas experiências com a gente nos comentários!

 

 

 

Direitos de Imagem – Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *